(Estado do Paraná, Brasile, 1962)

Já adolescente manifesta o seu interesse pelas artes plásticas, sobretudo pela pintura. Bem que ame a tradição medieval do XIII século, renascimental ,barroca ,se sente pessoalmente atraído pelo moderno: do impressionismo ao cubismo.
Esta fase dura muitos anos e vem a produção influenciada deste estilo. Sidival é transferido para a Itália em 1985, para aprofundar o estudo da pintura e da escultura. Depois por cerca de cinco anos do seu trabalho, sente a vocação à vida religiosa e deixa todos seus projetos pessoais, fazendo parte da Ordem dos Frades Menores de São Francisco de Assis.

Por quase dezoito anos não se dedicará mais à arte. Em 1999, é ordenado sacerdote em Roma, onde exerce o seu ministério na Policlínica Agostino Gemelli, no cárcere de Rebibbia como voluntário, em seguida no convento de Vitorchiano e depois Frascati. Gradualmente através de pequenos trabalhos de restauração, se reaproxima ao mundo da arte. Em 2006, começa a pintar aprimorando um estilo pessoal sob o influxo da “Action Painting”, da arte informal européia e do espacialismo.

Cria obras de grande intensidade e rigor formal, todas realizadas graças à recuperação de materiais pobres ou obsoletos: papel, madeira, tecidos antigos, diversos metais, gesso...

No mesmo ano, realiza uma primeira mostra pessoal no convento S. Bonaventura di Frascati.

Outra importante exposição individual: “Além da Trama”, no âmbito da manifestação “Life in Gubbio”, na cidade de Gubbio, edição 2009; três das suas obras constituíram os prêmios concedidos da manifestação respectivamente a Dario Fo (prêmio Nobel da literatura), a Gigi Proietti (importante artista teatral) e a Nicola Piovani (prêmio Nobel da música).

Em 2010 participa da mostra “Transparência” pelas energias renováveis no museu de arte contemporânea de Roma (Macro Future). Em seguida, a mostra foi apresentada no museu de arte contemporânea de Nápoles (Madre), dedicada ao desenvolvimento sustentável e ao empenho em resgatar o planeta da degradação ambiental. Esta exposição foram expostas obras de quarenta protagonistas do cenário da arte internacional contemporânea, entre os quais Robert Rauschenberg, Yoko Ono, Tony Cragg, Mario Ceroli, Michelangelo Pistoletto, Luigi Ontani, Olafur Eliasson, Mimmo Paladino, Sandro Chia, Jota Costa. As obras de Sidival Fila fazem parte de coleções privadas na França no Principato de Mônaco, na Suíça e outros países. Recentemente expôs na galeria Hélène Pastor, em Monte Carlo no “Centre Gildo Pastor”, e uma obra sua entrou na coleção da importante Fundação Puglisi Cosentino em Catania – Sicília. Neste ano, foi convidado a participar com uma obra na exposição em homenagem ao Papa Bento XVI em ocasião do sexagésimo do seu sacerdócio junto com importantes arquitetos internacionais entre os quais Oscar Nieymaier, Calatrava, Portuguese, Mario Bota e Renzo Piano, compositores como Moricone e artistas plásticos El Anatsui, Jannis Kounelis, Agostino Bonaluni e outros. Sua obra está presente também na coleção de arte contemporânea do Museu Vaticano.

A exposição "TrasFormAzione" (com Yves Klein e Tito) remonta na data de 2015 em Museu Bilotti, enquanto a exposição pessoal "Metafora", apresentada na Embaixada do Brasil na Itália, no Palácio Pamphili na Piazza Navona se realizou em 2016. A exposição "DRÔLES DE TRAMES!" organizada e oferecida pelo Estúdio Nacional de Arte Contemporânea em Lille ao Freysnoy correu na primavera de 2016, as obras de Sidival Fila foram chamadas ao diálogo com grandes artistas como Thomas Bayrle, Blanca Casas Brullet, Dan Flavin, Sheila Hicks, Ryoichi Kurokawa, Sol LeWitt, Jean-Michel Meurice, François Morellet, François Rouan and Pablo Valbuena.

Em maio de 2018, a monografia oficial editada pela Dra. Elisa Coletta é publicada em um único volume, (Silvana Editoriale).

Seu atelier está no Convento São Bonaventura no Paladino em Roma.

Mostras individuais:

2006 junho - Frascati (Roma), Convento São Bonaventura
2008 abril - Frascati (Roma), Convento São Bonaventura
2008 outubro - Roma, Igreja de São Eustachio ( curada pela galeria ”Rua Metastasio 15”)
2009 janeiro – Monte Carlo- Galeria Helen Pastor
2009 maio - Roma, Hotel De Russie (curada pela Cinzia Fratucello) (.pdf download)
2009 agosto - Gubbio, Palazzo dei Consoli (Museu cívico) (.pdf download)
2009 agosto – Na manifestação ”Life in Gubbio” os prêmios dados por Paolo Bonolis, a Dario Fo (literatura), Nicola Piovani (música) e Gigi Proietti (teatro), eram as Obras do Frei Sidival Fila.
2012 – Exposição individual na Ex GIL, Roma, sob o patrocínio da Província Latium
2015 – TrasFormAzione – (juntamente com Yves Klein e Tito), Roma - Museo Carlo Bilotti - Orangery de Villa Borghese (de 8 julho - 11 outubro 2015)
2016 – Metáfora – Roma – Embaixada do Brasil na Itália – Palazzo Pamphili, na Piazza Navona (de 27 Janeiro – 19 Fevereiro 2016)
2016 - DRÔLES DE TRAMES ! - (Com Thomas Bayrle, Blanca Casas Brullet, Dan Flavin, Sheila Hicks, Ryoichi Kurokawa, Sol LeWitt, Jean-Michel Meurice, François Morellet, François Rouan e Pablo Valbuena), Le Fresnoy (França) - Studio National des Arts contemporains (de 4 março - 8 maio de 2016)
2017 – Instalação de arte site-specific @ Sankt Peter Kunst-Station (Colônia, Alemanha, de 5 Maio – 9 Julho de 2017) (.pdf download)
Dezembro 2017 @ Eglise de San Domenico (Rieti) - http://www.frontierarieti.com/wordpress/valle-del-primo-presepe-inaugurate-le-iniziative/ - O contexto da exposição (.pdf download)
2017-2018 @ Jerome Poggi Gallery & @ Saint'Eustache Church (Paris, France, de 7 de Dezembro de 2017 a 13 de Janeiro de 2018) (.pdf download)
2018 "Sidival Fila: Il filo della grazia" @ Galleria San Fedele (Milan, Itália, de 21 Fevereiro para 4 Abril) (.pdf download)
2018 "Sidival Fila” @ Castelo Boncompagni Ludovisi (Trevinano, Viterbo, Itália) – de 10 a 20 de Agosto (.pdf download)
2018 "Sidival Fila – Prospettive Relative” @ Gallerie Estensi | Palazzo Ducale di Sassuolo | Piazzale della Rosa (Sassuolo, MO – Itália)– de 15 de setembro a 4 de novembro de 2018 - Video (.pdf download)
2018-2019 "SIDIVAL FILA" @ Gallerja Roma | Via della Lupa 24 | Roma (Italia) - de 27 de novembro de 2018 a 19 de janeiro de 2019 (nota crítica de Bruno Corà - .pdf download)

Mostras coletivas:

2008 julho - Spoleto, Festival dos Dois Mundos (curada pela galeria ”Rua Metastasio 14”)
2009 fevereiro - março - Roma, Museu de São Salvatore in Lauro (projeto de Fabula in Art)
2009 - Roma, Palazzo Taverna (curada pela Cinzia Fratucello)
2010 - 1 julho - 22 agosto - “Trasparência” no Macro Testaccio em Roma (projeto da Fabula in Art)
2010 - 15 setembro - 11 outubro ”Trasparência” no museu Madre di Napoli (projeto da Fabula in Art)
2011 – participa ao “Prêmio Salvi” em Sassoferrato
2011 – convidado a participar da Feira Internacional de Arte Contemporânea de Istambul - Turquia
2011/12 Mostra collettiva con Agostino Bonalumi nella Galleria Ulisse a Roma, curata dalla Dott.ssa Silvia Pegoraro (.pdf download)
20-23 Outobro 2016 - FIAC ! (Grand Palais, Parigi) @ Galerie Françoise Paviot (Stand 0.D38) - http://paviotfoto.com/galerie-francoise-paviot-a-fiac-2016/ - http://www.fiac.com/fr/Paris/Galerie/Fran%C3%A7oise+Paviot-1131 (.pdf download)
1 – 20 Dezembro 2017 – FRAMMENTAZIONI – @ Luiss Business School (Villa Blanc), Via Nomentana 216, Roma - Itália (.pdf download)

Le sue Opere si trovano presso importanti collezioni private in Italia, Francia, Montecarlo, Svizzera, Austria, Inghilterra e Brasile.
Inoltre una sua opera si trova presso la Fondazione Puglisi-Cosentino di Catania.